Serviços Tecnológicos

Desenvolvimento de Software
No campo do desenvolvimento de software, o IBTI tem uma vasta experiência e se envolve no desenvolvimento de soluções pessoais de seus clientes. Seguindo processos muito bem definidos, independentemente da metodologia adotada, o IBTI realiza desenvolvimento de software seguindo os seguintes pilares:

  • Análise de Negócio e Análise de Requisitos;
  • Projeto e Arquitetura de Software;
  • Desenvolvimento ou programação;
  • Garantia de qualidade e Entrega;
  • Manutenção corretiva-adaptativa e manutenção evolutiva;

 

Desenvolvimento de Hardware
O IBTI desenvolve os mais diversos serviços em TI, aplicações para desenvolvimento e aperfeiçoamento de hardwares, implementação do conceito IOT (Internet of Things), computação orientada a serviços e mobilidade. A grande maioria das soluções de IoT desenvolvidas pelo IBTI integram um elemento físico (hardware), ligado a sensores e atuadores. As informações obtidas por esses dispositivos são enviadas a um servidor (computação em nuvem), e posteriormente processadas na etapa de analytics. Assim, as etapas do desenvolvimento concentram-se no desenvolvimento dos elementos de hardware, estabelecimento da rede para conexão e desenvolvimento de software para a aplicação final (dashboard, aplicativo mobile ou site).

Nossa expertise é, portanto:

  • Criação de especificações de hardware;
  • Concepção de lógica e de comutação no desenvolvimento de placas de circuito;
  • Montagem de protótipos;
  • Criação de procedimentos de teste;
  • Integração de dados;
  • Analytics;
  • Criação de painéis (dashboards) de monitoramento de sensores e atuadores para a tomada de decisão.

 

Internet das Coisas
“Internet das Coisas” (ou Internet of Things, IoT) é um termo criado para se referir a uma grande renovação da tecnologia, que busca conectar itens de uso cotidiano à rede mundial de computadores. A cada dia, eletrodomésticos, meios de transporte e de comunicação e até mesmo roupas são fabricadas com a capacidade de se conectar, tanto à Internet como a outros dispositivos, como computadores, tablets e smartphones.

Especialistas consideram que esse movimento poderá ser ainda maior que o desenvolvimento do mundo da internet como conhecemos hoje. Pensando nisso, o IBTI investe em competência e qualificação para desenvolver projetos nesse conceito, possibilitando a seus clientes estarem caminhando sempre lado a lado das mais inovadoras tecnologias disponíveis.


Interoperabilidade de Sistemas
Obter uma visão completa de um processo complexo de negócios requer integração de informações e de processos. A orientação a serviços é um meio de integração em sistemas distintos.

Interoperabilidade de Sistemas se baseia em padrões para a integração entre os sistemas, permitindo respostas mais rápidas e eficazes às mudanças nas necessidades dos negócios. Implementar uma arquitetura de solução baseada em orientação a serviços ajuda a organização a planejar mudanças antecipadamente, em vez de responder de maneira reativa.

O IBTI conta com equipe altamente especializada e capacitada a potencializar investimentos em TI e tornar os sistemas das organizações mais eficazes às necessidades de negócios, e assim, auxiliar o alcance das metas organizacionais da maneira mais eficiente possível.

Inteligência Artificial
Inteligência Artificial (IA) é um ramo de pesquisa da ciência da computação que busca, através de símbolos computacionais, construir mecanismos e dispositivos que simulem a capacidade do ser humano de pensar, resolver problemas de ser inteligente.

O estudo e o desenvolvimento desse ramo de pesquisa tiveram início na Segunda Guerra Mundial e, com a evolução computacional, a inteligência artificial ganhou mais força, uma vez que o seu desenvolvimento possibilitou grande avanço na análise computacional. Um relatório acerca das tendências da inteligência artificial, produzido pela consultoria norte-americana Gartner – uma das maiores empresas de consultoria do mundo – prevê que o valor de negócio da IA deve atingir até US$ 3,9 trilhões nos próximos cinco anos. 


Ciência de Dados
Data Science ou Ciência de Dados é um estudo disciplinado de determinado conjunto de informações relativas ao negócio. Essa ciência estuda a captura,
processamento, geração e análise de dados envolvendo uma série de áreas – computação, estatística, matemática e conhecimentos acerca do negócio que será analisado.


A evolução dos sistemas de informação e dos dispositivos que permitem conexão com a internet contribuiu de maneira significativa para essa explosão na geração de dados. Estima-se que nos últimos dois anos foram gerados mais dados do que em toda história até então. Data Science é a maneira de gerar conhecimento a partir dos dados.


Indústria 4.0
Indústria 4.0 é um conceito de desenvolvimento, aplicação, convergência e integração de diversas tecnologias, visando a conexão dos dispositivos e sistemas de um ambiente industrial, para criar processos otimizados, com melhor aproveitamento dos recursos disponíveis, facilitando a análise de grandes volumes de dados em tempo real para apoio na tomada de decisões estratégicas de uma organização.

O termo se refere à quarta revolução industrial, que é caracterizada por mudanças abruptas e radicais motivadas pela incorporação de tecnologias, tendo desdobramentos nos âmbitos econômico, social e político.

 

EDGE Computing
Edge Computing, também conhecido por computação de borda é aquela onde grande parte do processamento acontece perto do usuário, ou seja, em dispositivos que carregam essa habilidade. Essa proximidade traz inúmeros benefícios como a entrega mais rápida e confiável de serviços e a habilidade de fazer grandes análises de dados localmente permitindo a tomada de decisão de forma quase imediata.

O uso de edge computing por parte das empresas e provedores de serviço significa oferecer aplicações de baixa latência e alta diponibilidade com monitoramento em tempo real.

Uma das arquiteturas de computação que mais se beneficiam da edge computing é a Internet of Things. Ao utilizar essa tecnologia, aplicações que dependem de computação cognitiva como carros inteligentes, detecção de faces, processamento de linguagem, etc. se beneficiam ao eliminar quase toda a latência de comunicação e processamento de informações. Esses dispositivos conectados a Internet precisam processar dados e tomar decisões praticamente em tempo real.

A computação de borda complementa a computação em nuvem, haja visto que as empresas vão querer agregar dados coletados de dispositivos de IoT na nuvem para posterior análise e geração de insights de negócios.

 

Business Intelligence (BI)

É um conjunto de processos, sistemas e ferramentas a fim de se obter informação e conhecimento útil para a tomada de decisão. O BI fornece uma visão sistêmica do negócio e transforma grandes quantidades de dados, que por ora aparentam desconexos, em insights fundamentais para a organização.

O resultado é um painel, comumente chamado de dashboard, constituído de gráficos e informações cruciais para orientar empresas, no lugar de uma imensidão de dados isolados e sem utilidade.

Portanto, a essência do BI é transformar dados em informação e conhecimento para apoiar decisões a partir do cruzamento e análise de conjuntos de dados.

No IBTI, desenvolvemos todo o projeto de BI, passando pelas etapas de análise e necessidades de negócio, identificação das fontes de dados, processo de ETL (extração, transformação e carga), dimensionamento dos dados, criação dos dashboards e parametrização dos painéis e visualização de dados. Tudo isso utilizando as ferramentas mais modernas do mercado e adotando as metodologias ágeis de gerenciamento de projeto.

 

Instituto Brasília de Tecnologia e Inovação - IBTI
Parque Tecnológico de Brasília Lote 04, Bloco B, 1º Andar 70.635-815 Brasília - DF

Pesquisar

+55 (61) 3045-2600
Instituto Brasília de Tecnologia e Inovação - IBTI
Parque Tecnológico de Brasília,
Lote 04, Bloco B, 1º Andar
70.635-815 Brasília/DF - Brasil